Google apresenta óculos de realidade aumentada

Rafael Rigues, PCWorld Brasil

“Project Glass” sobrepõe informações como mapas, mensagens, calendário e previsão do tempo sobre a visão do usuário.

Confirmando antigos rumores, a Google apresentou hoje os primeiros conceitos de seu óculos de realidade aumentada, por enquanto batizado de “Project Glass“.

A idéia é criar um aparelho fino e leve, que possa ser usado como se fosse um óculos normal mas que projete sobre a visão do usuário informações relevantes sobre o que está acontecendo ao seu redor. Por exemplo, ao pedir instruções de como chegar ao local, um mapa pode ser sobreposto à imagem real, e alertas como “vire à esquerda, ande 100 metros” poderiam aparecer “no canto do olho”.

Um vídeo, publicado no YouTube e batizado de “One Day…” (“Um dia…”) mostra onde a Google espera chegar.

Por mais que a tecnologia pareça incrivelmente futurista, todos os componentes necessários já existem e estão em uso. É possível determinar a localização de uma pessoa usando GPS e as redes Wi-Fi ou de telefonia celular próximas, e bússolas podem ser usadas para saber para onde ela está olhando. Tecnologia de reconhecimento de imagem, como a já usada no Google Googles, pode ajudar a identificar automaticamente objetos e paisagens. Até mesmo sistemas capazes de projetar uma imagem diretamente sobre os olhos já existem.

Por enquanto o Project Glass é um projeto, e não um produto, mas funcionários da Google começarão a testar os óculos em público “em breve”. Segundo o jornalista Nick Bilton, em um artigo publicado no New York Times em fevereiro, os óculos poderão custar “o equivalente a um smartphone moderno”, ou seja, entre US$ 250 e US$ 600, e estar disponíveis no mercado já no final de 2012.

Ricardo Lino

Profissional de Tecnologia da Informação há 17 anos, tendo os últimos 7 anos na área de Segurança da Informação, Risco&Fraude e Compliance, projetando e definindo as melhores soluções, alinhando as melhores práticas de mercado as metas de negócio, provendo transformações internamente e externamente mantendo uma Governança de segurança da informação, gestão de risco para elevar a maturidade das empresas, são o que eu faço melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.