Polícia prende três crackers suspeitos de desviar mais de R$ 10 milhões

Em Mogi das Cruzes-SP, a Polícia prendeu três pessoas e apreendeu um adolescente. Eles são suspeitos de fazer parte de uma quadrilha que crackeava senhas bancárias e podem ter desviado mais de R$ 10 milhões.

Os crackers roubavam as senhas de bancos dos clientes e, a partir daí, faziam transferências para diferentes contas. Os alvos eram correntistas com alta movimentação bancária. ‘Laranjas’ recebiam uma porcentagem para sacar o dinheiro e entregar para a quadrilha conforme imagem abaixo:

fluxo do roubo
fluxo do roubo

Imagens gravadas pela polícia disponível neste link, os investigadores seguem uma mulher que acabava de sacar R$ 5 mil de uma agencia dentro de um shopping em Mogi das Cruzes. Ela foi presa. Segundo investigadores, quando a pessoa ‘emprestava’ a conta para a transação, ela ganhava em torno de R$ 2 mil a R$ 3 mil.

O golpe vinha sendo aplicado desde janeiro deste ano. A polícia acredita que o chefe da quadrilha é um adolescente de 17 anos, que foi apreendido. A polícia já localizou outros dois integrantes desta quadrilha, um em São Paulo e outro na cidade de Macaé, interior do Rio de Janeiro. A suspeita é de que pelo menos 10 pessoas façam parte do esquema.

Os três presos foram levados para a cadeia de Mogi das Cruzes e o menor será apresentado hoje (24), na Vara da Infância.

Fonte adaptada: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *